Cadastro Único – passo a passo como fazer a inscrição

Cadastro Único – O Cadastro Único é um programa social do governo federal e através dele é possível identificar as famílias de baixa renda, o que permite ao governo que seja feito um mapeamento da realidade socioeconômica da família cadastrada, quais famílias necessitam ser atendidas e de que maneira essas famílias devem ser atendidas.

Se uma família possui gestante ou possui crianças e quantas crianças há nessa família, por exemplo, se essas crianças estão em idade escolar ou se recebem acompanhamento médico. Abaixo você tem mais informações sobre o Cadastro Único.

Publicidade

como-fazer-o-cadastro-unico

Cadastro Único – benefícios você pode acessar ao fazer seu cadastro

No Cadastro Único encontram-se algumas informações, como os dados pessoais de cada membro da família, a identificação de cada um, o nível de escolaridade, qual a situação de trabalho em que se encontra ou se está desempregado e a renda, bem como algumas características da própria residência também.

Essas informações é que dirão se uma família será beneficiada por algum programa social do governo federal, como o Bolsa Família, ou não.

Cadun – como e onde fazer o cadastro

Podem se inscrever no Cadastro Único famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda total por família de até três salários mínimos e também famílias com renda maior que três salários mínimos, mas desde que o cadastramento seja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo.

Publicidade

Já para se cadastrar é necessário que um integrante da família seja responsável por prestar as informações do restante dos membros. Preferencialmente o responsável deve ter pelo menos 16 anos e ser mulher. Esta pessoa é quem irá garantir que as informações repassadas sejam verdadeiras e também comunicar quando houver mudança. O cadastramento pode ser feito em uma unidade do CRAS de seu município.

Cadastro Único – veja quais são os documentos que você vai precisar

Os documentos obrigatórios para fazer o cadastramento:

  • CPF ou
  • Título de Eleitor.

Outros documentos que podem facilitar, mas não são obrigatórios:

  • comprovante de residência;
  • matrícula escolar de crianças;
  • matrícula escolar de jovens até 17 anos e
  • Carteira de Trabalho.

Caso algum membro da família não possua documentos ainda, o responsável pela família será orientado sobre como proceder e caso a pessoa nunca tenha sido registrada, a primeira via da certidão de nascimento é de graça visto que o cadastramento é um direito das famílias de baixa renda.

Programas sociais do Cadastro Único – vou participar de todos?

Vale ressaltar que apesar de o Cadastro Único ser considerado um programa social ele não inclui a família automaticamente em outros programas. O Cadun tem por finalidade criar um banco de dados de informações e através dele identificar famílias que realmente tenham necessidade de participar de algum programa como o Bolsa Família por exemplo.

Benefícios do Cad Único – principais programas sociais

O Cadastro traz para as famílias cadastradas mais segurança e suporte visto que ele é a porta de entrada para os diversos programas sociais oferecidos pelo governo federal como:

  • Bolsa Família;
  • Minha Casa Minha Vida;
  • Telefone Popular;
  • Tarifa Social de Energia entre outros.

Basta manter o cadastro sempre atualizado para que a situação familiar seja analisada de forma correta.

Agora que você já conhece o Cadastro Único e sabe como funciona, pode analisar a sua situação familiar juntamente com os membros de sua família e caso se enquadre no programa basta juntar a documentação necessária e procurar o CRAS mais perto da sua casa para realizar o seu cadastro. Aqui você pode emitir um comprovante de cadastramento no Cadastro Único.